Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Make Up, Not Only

A maquilhagem faz parte do meu dia-a-dia, mas deixo a realidade invadir este espaço. Não é um blog de princesa para princesas mas sim um blog de rainha para rainhas que gostam de ter o comando da vida nas próprias mãos.

Make Up, Not Only

A maquilhagem faz parte do meu dia-a-dia, mas deixo a realidade invadir este espaço. Não é um blog de princesa para princesas mas sim um blog de rainha para rainhas que gostam de ter o comando da vida nas próprias mãos.

Capsule Wardrobe (em português, roupeiro cápsula)

Existem muitos blogs de moda que já devem ter utilizado esta expressão e explicado o que isto é mas eu vou fazê-lo outra vez, mas eu vou explicar à minha maneira e com o meu toque pessoal.
Faz algum tempo que deixei de ser uma grande consumista de moda, tipo fast fashion, prefiro ter menos roupa mas com mais qualidade porque isto vai ajudar-me a poupar.

O que é um Capsule Wardrobe?
É o conceito de roupeiro organizado com 'meia dúzia' de peças versáteis, que combinam entre si e que adoramos.
Parece difícil mas não é. Existem várias regras para começar, existem guias para o fazer, eu gosto de o fazer com o coração.

Como é que eu comecei o meu capsule wardrobe?
Primeiro é importante definir o estilo, ou aprimorar o que já se tem. Eu sou muito casual e gosto de andar confortável.

Depois temos de organizar o nosso roupeiro, eu aproveito as mudanças de estação para o fazer.
Pôr de lado tudo o que não se usa há mais de um ano e tudo o que já não serve.
Roupas gastas e sem qualquer tipo de reabilitação também são para pôr de lado.
E agora ficamos com o Resto!
Eu gosto de  organizar a roupa por estações. Já guardei tudo o que fosse de verão e só deixei à mão umas peças de outono (porque ainda não faz aquele frio gelado por aqui) e, claro as peças de inverno.

E agora destas vou seleccionar algumas para o dia-a-dia, ou seja pegar e vestir sem perder muito tempo de manhã.
A palavra-chave é reduzir.
Uma vez que definiste o teu estilo logo de inicio, outro truque para deixar isto mais simples é usar muitas peças básicas que se possam conjugar com outras peças mais ousadas.

A seguir vou construir a dita cápsula!
Para que possa vestir tudo o que tenho no armário, sem me cansar das mesmas peças, vou mudando esta cápsula de mês a mês (não dá assim tanto trabalho porque tenho a roupa de inverno à mão e é só chegar à frente ou atrás).
Vamos dificultar as coisas e reduzir o número de peças:
  • 10 partes de cima,
  • 5 partes de baixo,
  • 5 sapatos.
Se gostares de usar vestidos, elimina uma parte de cima por cada vestido incluído na tua cápsula.

Aqui vão alguns exemplos:
Capsule
 
Capsule
 
Capsule
 
Capsule
 
Para animar esta cápsula também podemos usar acessórios mais ousados. Utilizo também uma cápsula para a organização e uso das minhas malas.

Não incluí aqui a roupa do ginásio, que vou gerindo consoante a minha disponibilidade, nem a roupa do trabalho porque uso farda.

A minha ideia e inspiração para a minha Capsule Wardrobe vem do Pinterest. Podem pesquisar por lá ferramentas para vos ajudar e inspirar também.

Para mim as vantagens da Cápsula são:
  • deixar de dizer que não tenho nada para vestir, porque vou mudando a Cápsula com alguma frequência com as peças que já possuo;
  • consigo rentabilizar melhor o meu roupeiro e até ter mais espaço;
  • e adoro o facto de não gastar dinheiro a não ser quando preciso! Consegui controlar as compras por impulso.

E por aí já utilizam alguma técnica parecida com esta?


L*

Guardar

Os trinta... e as mochilas!

Desde 1998 que não usava mochila.

 

Deixei de usar mochila quando iniciei o 8° ano, uma 'rebelde' que levava os livros e os cadernos pretos A5 na mão. Queria ser crescida e não usar mochila era a moda dos crescidos da altura. Tinha eu 12-13 anos.

 

Agora, aos 30, comprei uma mochila para levar ao ginásio. É prático, cabe lá tudo, e, se usada como deve ser, até é ergonómico. Não desgosto, mas faz-me sentir menina outra vez. :)

 

IMG_20150717_131143.jpg

E por aí, alguém usa mochila?

 

L*

Os Trinta... e a moda

Percebo que estou a chegar aos 30 quando entro em certas lojas e só vejo roupas para adolescentes. 

Quando entro em lojas como a Bershka vou direitinha aos básicos porque nada mais me prende a vista e o coração (sim porque nós mulheres também nos apaixonamos pela roupa!)

 

Outro dos sinais de que estou a chegar à idade tão bela e redonda é quando me acho incapaz de vestir os 'calções-nalga' e as crop t-shirts...

(E de repente percebo que esta é a geração Miley Cyrus)

 

Eu cá não tenho complexos com o corpo e até me ficaria bem um modelito dentro do género mas não é o meu estilo...

Como podem constatar, eu sou bem mais casual.

 

L*

152 cm e um vestido comprido

Revoltei-me com a moda!

 

Do alto dos meu 152 cm acho que tenho direito a vestir vestidos compridos e ainda por cima estampados sim sra! 

 

Apaixonei-me por um vestido comprido, vesti-o e até achei que me ficava bem. Não quis saber. Comprei-o e até já o estreei. 

 

Apesar da altura sou magra, tenho um corpo proporcional pelo que o vestido até nem fica mal!

 

Quem disse que as baixinhas não podem usar vestidos compridos?! Isto é como tudo no mundo da moda, podemos usar de tudo mas temos de saber ver o que nos fica bem no corpo que temos e tirar o melhor partido disso para não cair no ridículo.

 

Revoltei-me com a moda e vesti um vestido comprido com os meus 152cm!

 

(o estampado do meu vestido!)

 

E já agora, digam lá à Kylie que ela também não pode usar vestidos estampados compridos... pfff

 

O que queres saber

sobre mim ?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Logo_parceiro_LR_white_lettering_grey.jpg

Parcerias

Increve-te com este código: 6inmfu0dk3